Sobre o evento da praia:
Em 2010, o então prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, publicou erroneamente um decreto que impedia a realização de eventos e encontros espontâneos.  o objetivo era que os eventos em praças e parques passassem por uma análise para que, posteriormente, fossem realizados.  contrariando esta decisão, uma intervenção urbana foi organizada em redes sociais pela cena cultural da cidade que, também naquela época, inventava o carnaval da cidade.
em 2015, pouco antes da explosão dos drones, um "pau de selfie" feito com um sarrafo de madeira cumpriu este desejo de registrar o evento de um ponto de vista mais alto. 
projeto
projeto
Back to Top